GOVERNO ATRASA REPASSE DE VERBAS DO PPE

O Programa de Proteção ao Emprego (PPE), foi criado pelo Governo Federal, visando a garantia do emprego em tempos de crise.

Pelo programa, as empresas poderiam reduzir a carga horária dos trabalhadores, com a consequente redução dos salários em até 30%. A outra parte seria um subsídio, no limite de R$ 900,84, bancado pelo Estado através do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

O problema é que, segundo informações da Folha de São Paulo, empresas participantes do programa relatam atrasos de até 3 meses no repasse da parte do governo.

O Ministério do Trabalho nega e afirma que, em alguns caso, o atraso acontece pelo fato das empresas não entregar a documentação ao órgão.

O PPE foi criado em julho de 2015 e envolve cerca de 89 empresas e 52.876 batalhadores. Se pago em dia, a parte do governo chega a R$145 milhões.

Fonte: Folha de São Paulo.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: